CPTM RFSA mrs refer

Sindicato dos Ferroviários de São Paulo


Acontece no mundo

Número de refugiados sírios ultrapassa três milhões, diz ONU


Mais de três milhões de sírios fugiram da guerra civil que afeta o país e se tornaram refugiados, um milhão deles no último ano, informou a ONU nesta sexta-feira (29). O número não inclui centenas de milhares de pessoas que fugiram sem o registro de refugiados. Há menos de um ano, o número de refugiados registrados era de dois milhões, segundo a agência de refugiados da ONU (Acnur), que ressalta as "cada vez mais horrorosas condições dentro do país". Leia mais (08/29/2014 - 08h47)



Separatistas na Ucrânia aceitam abrir corredor para saída das tropas de Kiev


Separatistas pró-Rússia combatendo no leste da Ucrânia disseram nesta sexta-feira (29) que vão atender a um pedido do Kremlin e abrir um "corredor humanitário" para permitir a retirada de tropas ucranianas que estão cercadas por eles. Não ficou claro como o governo em Kiev iria reagir à oferta, sugerida pelo presidente russo, Vladimir Putin, mas inicialmente os militares ucranianos deram uma resposta negativa. Num comunicado, os militares disseram que o pedido de Putin apenas demonstrava que "essas pessoas (os separatistas) são lideradas e controladas diretamente pelo Kremlin". Leia mais (08/29/2014 - 08h31)



SIP protesta contra intervenção do governo em jornal do Equador


A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) chamou de "atropelo" a intervenção do governo do Equador no jornal "Hoy", feita na última terça (26). Devido à ocupação, o jornal teve sua última edição impressa na quarta (27), assim como a última atualização em seu site. Para o governo, a empresa deve ser reestruturada devido a dívidas com o Estado e a iniciativa privada, mas a publicação afirma que a ação foi feita sem aviso prévio. Leia mais (08/29/2014 - 08h02)



A linha dura viu o lobo


De acordo com uma recente reportagem do "New York Times". existe dissensão no Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos). "Uma minoria cada vez mais audível de dirigentes do Federal Reserve quer que o banco central abandone mais rápido" sua política monetária frouxa, que eles alertam poderia causar inflação. E esse debate, nos dizem, deve dominar o grande simpósio econômico que está em curso em Jackson Hole, Wyoming. Pode bem ser que seja esse o caso. Mas há algo que você deveria saber: essa "minoria audível" vem alertando sobre uma disparada da inflação mais ou menos sem parar há seis anos. E a persistência dessa obsessão me parece uma história mais importante e mais interessante do que o fato de que os suspeitos usuais estejam dizendo o que usualmente dizem. Antes que eu tente explicar a obsessão quanto à inflação, vamos falar sobre o quanto essa obsessão é notável. Leia mais (08/29/2014 - 08h00)



Em tempos de ebola, repórteres da Folha vivem clima tenso de Serra Leoa


A epidemia do vírus ebola na África Ocidental está fora de controle. Já foram infectadas mais de 3 mil pessoas, com 1.552 mortes. A Organização Mundial de Saúde estima que 20 mil pessoas serão contaminadas e a epidemia não será debelada antes do final do ano. A reportagem da Folha esteve em Serra Leoa, um dos países mais afetados pela doença, e foi até o epicentro da epidemia, Kailahun. Lá, em um hospital construído no meio da selva, os Médicos sem Fronteiras se arriscam todos os dias ao tratar pacientes na zona de alto risco. Chegar lá não é fácil, como mostra o vídeo abaixo. Serra Leoa sofreu com anos de guerra civil e a infraestrutura é praticamente inexistente. Além das estradas precárias, há um cordão de isolamento na área. Leia mais (08/29/2014 - 07h30)



ONU documenta 2.593 mortes desde começo do conflito na Ucrânia


A ONU documentou a morte de 2.593 pessoas desde que o começo do conflito no leste da Ucrânia, em abril, até meados desta semana, segundo um relatório sobre violações dos direitos humanos divulgado nesta sexta-feira. O documento argumentou que o aumento das hostilidades nas últimas seis semanas, com o uso confirmado de artilharia pesada tanto por grupos rebeldes como das forças do governo em áreas fortemente povoadas, provocou a morte violenta de 36 pessoas por dia. Este número representa - entre 16 de julho e 17 de agosto, um aumento de 300% em relação as 11 vítimas diárias registradas no mês anterior, explicou o chefe das Américas, Europa e Ásia Central do alto comissariado da ONU para os Direitos Humanos, Gianni Magazzeni. Leia mais (08/29/2014 - 06h40)



Nigeriano cria linha de bonecas negras para inspirar meninas africanas


Ao entrar em uma loja de brinquedos na Nigéria, país da África, praticamente só é possível encontrar bonecas brancas. Sabendo disso, o empresário nigeriano Taofick Okoya, 44, resolveu criar o projeto "Queens of Africa" ("Rainhas da Africa", em português) e produzir bonecas negras.



Sindicalismo da oposição argentina para Buenos Aires


Sindicalistas de oposição ao governo da Argentina fizeram uma das suas maiores manifestações de todo o período do governo Kirchner nesta quinta (28). Foi uma paralisação de 24 horas, que atingiu parcela significativa dos serviços: pararam de funcionar trens, caminhões, aeroportos, portos, bancos e postos de gasolina. Além disso, atingiu parcialmente os bares e restaurantes, linhas do metrô de Buenos Aires, escolas, hospitais e os órgãos da Justiça. Leia mais (08/29/2014 - 02h00)



Sindicalista argentino passou de aliado a estorvo para Cristina


Hugo Moyano, líder sindical dos caminhoneiros e organizador da paralisação desta quinta (28), admitiu recentemente que não tem mais carteira de motorista de caminhão e que nem mesmo dirige um desde os anos 1990. Foi nessa década que ele ganhou força como líder sindicalista. Isso porque esse período era justamente o momento em que os caminhões viraram o meio de transporte mais importante do país, já que o sistema ferroviário entrou em colapso por falta de investimentos, explica Julio Neffa, do Ceil (Centro de Estudos e Pesquisa do Trabalho), especialista em sindicalismo na Argentina. Segundo outro pesquisador, Diego Morales, que estuda litígios trabalhistas no Cels (Centro de Estudos Legais e Sociais), Moyano começou sua vida sindical enfrentando o ex-presidente Carlos Menem (1989-1999) e a política econômica neoliberal desse governo. Em 2000, chegou ao posto máximo de uma das mais importantes centrais sindicais do país, a CGT (Confederação Geral do Trabalho). Leia mais (08/29/2014 - 02h00)



Morte de instrutor baleado por menina causa revolta nos EUA


A mais conhecida organização da indústria de armas de fogo americana, a Associação Nacional do Rifle (NRA, sigla em inglês), divulgou nas redes sociais um texto com dicas "para crianças se divertirem em campos de tiro". Publicada na tarde de quarta (27), a desastrada reação do lobby das armas à comoção provocada pela morte de um instrutor de tiro baleado por uma menina de nove anos engrossou a polêmica sobre o uso de armas por crianças nos Estados Unidos. A menina, que teve a identidade preservada e passará por tratamento psicológico, foi levada pelos pais ao campo de tiros e aprendia a usar uma submetralhadora Uzi. Leia mais (08/29/2014 - 02h00)



Sindicalismo de oposição paralisa Buenos Aires


Sindicalistas de oposição ao governo da Argentina fizeram uma das suas maiores manifestações de todo o período do governo Kirchner nesta quinta (28). Foi uma paralisação de 24 horas, que atingiu parcela significativa dos serviços: pararam de funcionar trens, caminhões, aeroportos, portos, bancos e postos de gasolina. Além disso, atingiu parcialmente os bares e restaurantes, linhas do metrô de Buenos Aires, escolas, hospitais e os órgãos da Justiça. Leia mais (08/29/2014 - 02h00)



Cristina mostra vídeo com sindicalistas sujando trens de propósito


A presidente Cristina Kirchner subiu em seu canal no YouTube um vídeo que mostra pessoas jogando lixo dentro de vagões novos que o governo comprou para linhas de trem. Os vagões estão parados em uma garagem. Nas imagens, se vê um homem de macacão levando os sacos de lixo para dentro do vagão. Pouco depois um outro rapaz faz o mesmo. Um terceiro homem acompanha a movimentação. Mais cedo, no Twitter, Cristina já havia subido fotos do interior do vagão com o lixo no chão. O nome do vídeo é "Paralisação de Moyano e Barrionuevo (dois dos sindicalistas de oposição): sabotagem ao trem Sarmiento". Leia mais (08/28/2014 - 22h55)



Embaixador brasileiro voltará a Israel após passar mais de um mês afastado


O embaixador brasileiro em Israel, Henrique da Silveira Sardinha Pinto, voltará a seu posto em Tel Aviv após ter ficado 35 dias no Brasil, para consultas do Itamaraty. O Ministério de Relações Exteriores disse nesta quinta (28) que liberou a volta do diplomata à embaixada em função do cessar-fogo de duração indeterminada entre Israel e Hamas, acordo anunciado dois dias antes. "O Brasil acolhe com satisfação o anúncio de um cessar-fogo entre Israel e Palestina com base no esforço de mediação do Egito", diz o comunicado do Itamaraty. Leia mais (08/28/2014 - 16h57)



Campo do Shakhtar, na Ucrânia, é atingido por bombas, diz agência


O campo de treinos do Shakhtar Donetsk foi atingido por bombas nesta quarta-feira (27), informou a agência Reuters. Um perfil do Facebook do diretor-executivo do clube, Sergei Palkin, noticiou o incidente e postou fotos das bombas. Segundo o relato, o gramado foi danificado, mas ninguém ficou ferido.

Reprodução/Facebook/Palkin.Sergey
Imagens mostram gramado do Shakhtar Donetsk danificado por bombas
Imagens mostram gramado do Shakhtar Donetsk danificado por bombas
Leia mais (08/28/2014 - 16h41)



Orientalíssimo: Os relatos e os três peixes fenícios


Participei, na quarta-feira à noite (27), do debate "Relatos do Oriente", na Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Eu tinha mencionado o evento, há alguns dias, neste Orientalíssimo blog. A organização do evento já disponibilizou a íntegra da mesa ... Leia post completo no blog Leia mais (08/28/2014 - 16h11)



.

- História do Sindicato

O que você achou do novo site?


gostei
não gostei

Endereço da Sede: Praça Alfredo Issa, 48, 19º e 20º andares, Santa Efigênia, São Paulo - SP Telefone: (11) 3328-6088

© Sindicato dos Trabalhadores em empresas Ferroviárias de São Paulo - Desenvolvido por ZEROMAIS /